Remédio para Candidíase

Consulte a lista dos melhores remédios para candidíase; veja também o que é mais indicado para quem está com candidíase na gravidez, bem como os principais sintomas dessa enfermidade

O que é candidíase?

A candidíase é uma infecção do tipo fúngica que acaba acometendo tanto a pele quanto mucosas, ela é ocasionada por um fungo chamado de Candida. Existem três formas dela aparecer, podendo ser a candidíase vaginal, a cutânea e o sapinho.

Principais remédios para tratar candidíase

Alguns remédios receitados por médicos para o tratamento da candidíase vaginal ou cutânea pode envolver o uso de pomadas, sua aplicação pode durar de 7 a 14 dias, conforme indicação médica.

Caso a infecção seja mais intensa e persistente é necessário fazer o uso de remédios via oral, pois tem uma atuação mais rápida. Outra opção, mas viável apenas para as mulheres,é o comprimido vaginal, que tem uma forte atuação contra a candidíase.

Remédios para candidíase na gravidez

Durante a gravidez a mulher pode fazer uso de dois tipos de remédios para a candidíase, sendo eles a medicação via oral e o comprimido vaginal. Lembre-se de sempre se consultar com a sua ginecologista, é fundamental também sempre manter uma boa higiene pessoal e corporal, usar roupas mais folgadas e dar preferência por calcinhas de algodão, materiais sintéticos facilitam a propagação dos fungos. Os remédios são:

Remédios para a candidíase masculina

A candidíase masculina normalmente acaba sendo tratada através do uso de pomadas, isso porque ela tende a ocorrer no pênis. Lembre-se de que o tratamento vai muito além do uso de medicamentos, é fundamental o uso de roupas largas, sempre de algodão, lavar bem os genitais, assim como secá-lo adequadamente, uma boa alimentação manter sua imunidade equilibrada permitindo que haja uma recuperação mais rápida. Entre as pomadas mais recomendadas estão:

Remédios caseiros para candidíase

Existem algumas forma para fazer o tratamento da candidíase de forma caseira, confira algumas das opções mais eficazes a seguir:

Alho

O alho é super natural e contém uma boa concentração de enxofre, fazendo com que ele seja um antibiótico tão bom. No tratamento da candidíase é aconselhável ingerir ao menos 2 dentes de alho por dia.

Óleo de Coco

O óleo de coco contém algumas propriedades microbianas, e pode ser utilizado de duas formas distintas, seja através de sua ingestão para um tratamento mais prolongado, como aplicado diretamente no local onde está a candida.

Vinagre de Maçã

Pelo fato do vinagre ser ácido, algo em torno de um pH 2, ele é importante pois acaba restaurando o pH natural do corpo, isso faz com que a permanência do fungo da candida fique alojado por muito tempo no corpo humano.

Remédios para a candidíase crônica

Parte do tratamento contra a candidíase crônica envolve a diminuição do consumo de açúcar, uma vez que ele propicia o crescimento do fungo, a não utilização de roupas muito apertadas, higienização e secagem adequada da região íntima, além da prática de atividades física e uma alimentação mais equilibrada para ajudar a manter o sistema imunológico em bom estado.

Já em relação é a medicação é usado o Fluconazol, durante um período de 6 meses normalmente utilizado um comprimido por semana, ou conforme a prescrição médica.

Remédios para a candidíase severa

No caso da candidíase mais severa é comum o uso de um remédio chamado de Anfotericina B, nos casos mais persistentes da doença,o remédio funciona criando buracos na parede dos fungos, levando-os a morte.

Para que candidíase não volte ou não seja um problema recorrente, lembre-se de que uma alimentação saudável manter a sua imunidade equilibrada, evitando que o fungo volte a se instalar.

Remédio para Candidíase

Precisa de receita para comprar remédio para candidíase?

Alguns medicamentos para o tratamento da candidíase podem ser adquiridos sem a necessidade de ter uma receita, normalmente estes medicamentos acabam sendo mais fracos e dependendo do grau no qual a doença se encontra, é importante se consultar no médico e conseguir a receita de um medicamento um pouco mais forte.

Quais os sintomas da candidíase?

Prestar atenção nos sintomas é algo fundamental, já que para cada um dos tipos de candidíase os sintomas podem acabar variando um pouco.

Candidíase Vaginal

Pode haver uma ardência no momento de fazer xixi e até mesmo dores durante as relações sexuais. Nesta região também pode haver corrimento vaginal, inflamação da vulva e até mesmo uma inflamação vaginal. Também é comum haver vermelhidão na região.

Candidíase Cutânea

Normalmente pode ocasionar dores nas regiões da mama e pode ser mais intensa no momentos das relações sexuais, mas estes não são sintomas tão comuns. Comumente aparecem regiões avermelhada na pele, podem ser envoltas de uma crosta, as erupções também podem ocorrer em dobras e podem ou não ser seguidas de manchas avermelhadas ou vermelhidão na pele.

Se aparecer nas unhas, pode ocasionar um espessamento dela, bem como uma descoloração da mesma.

Entre os sintomas comuns pode-se encontrar a coceira, especialmente na região do ânus, inflamação vaginal, odores corporais, em determinados casos pode ocorrer o desprendimento da unha do dedo.

Candidíase tipo sapinho

Ele acaba sendo facilmente identificado pelas pessoas e tende a acometer mais crianças nos primeiros anos de vida. É caracterizado pela dificuldade em engolir alimentos, além da língua branca, apresenta secura e mau hálito.

Remédio para Candidíase

Existem outros tipos de candidíase?

Como mencionado, o sapinho, candidíase vaginal e cutânea são as mais comuns, mas existem outros tipos que também podem se manifestar. Sendo estas:

  • Candidíase no pênis: Apesar de não ser muito comum a candidíase em homens, ela pode sim acontecer. Nesse caso a candidíase promove vermelhidão, inchaço e também dor na glande, causando dores no momento da relação sexual.
  • Candidíase de esofâgo: ela surge em pacientes que contêm doenças que afetam a imunidade, tais como portadores do HIV. Neste caso é comum que a pessoa sinta dificuldade em comer, dor no peito e dor por trás do osso do esterno.

A candidíase é transmissível?

A candidíase pode ser sim transmissível, e esta transmissão pode ocorrer durante o momento de relações sexuais, mesmo que ela não seja considerada uma DST. Por isso sempre lembre-se de fazer sexo seguro, use sempre camisinha.

Remédio para Candidíase
As informações foram úteis para você? Deixe a sua opinião!

Deixe um comentário